Entregas grátis em Portugal Continental - encomenda mínima de 10,00€
10% de desconto na tua primeira compra, código promocional: WELCOME1
Sobre nós | Pontos LivGood
Carrinho de Compras

A proteína é só para desportistas ou também para quem está no sofá?

Aug 2, 2022

By LivGood Team

A proteína é só para desportistas ou também para quem está no sofá?

É inegável que a proteína é essencial para um estilo de vida saudável e que é importante incluí-la na nossa alimentação. Segundo a Direção Geral de Saúde, “as proteínas ingeridas são importantes para a estrutura, função e regulação das células, tecidos e órgãos do corpo. Cada proteína possui funções únicas. As proteínas são componentes essenciais dos músculos, da pele, dos ossos e do corpo como um todo. As proteínas são essenciais à formação de enzimas, hormonas e anticorpos e decisivas para a manutenção da saúde dos seres humanos.”

Presente em carne, peixe, ovos, lácteos, frutos secos, tofu, sementes e algumas leguminosas, como as lentilhas, feijão ou grão-de-bico. A proteína traz inúmeros benefícios ao organismo. são eles:

- Tem um efeito saciante e reduz a fome. O aumento de proteína numa refeição irá torná-la mais saciante. Num processo de emagrecimento, poderá fazer sentido ter um bom aporte proteico distribuído ao longo do dia.

- Ajuda na manutenção de ossos saudáveis. As proteínas não só ajudam a combater a sarcopenia, como ajudam a manter uma boa estrutura óssea. Para a manutenção da estrutura musco esquelética deve preferir produtos que mencionem “fonte de proteína” ou “elevado teor de proteína”
- Ajuda a aumentar a massa muscular. É, provavelmente, o benefício mais conhecido da proteína, muito associado a atletas e a quem frequenta o ginásio. Para quem quer ganhar massa muscular, não só deve incluir diariamente proteína nas suas refeições, como deve apostar num treino com pesos;

É neste último ponto que se levanta a questão sobre as doses extra de proteína. Será, de facto, necessário tomar doses adicionais de proteína no dia a dia ou será apenas indicado para quem faz exercício físico?

A comunidade científica defende que se se consumir proteína diariamente não será necessário tomar nenhuma dose extra. É perfeitamente possível conseguir dar ao organismo a dose indicada de proteína às refeições, desde que se faça as escolhas alimentares certas. Porém, para atletas e desportistas, estas doses diárias podem não ser suficientes e, aí sim, talvez faça sentido tomar os conhecidos suplementos proteicos que ajudam na manutenção e aumento da
massa muscular.

Os suplementos em pó proteicos ingeridos antes de um treino fazem com que o organismo não vá buscar a proteína já presente nos músculos. Depois do treino, ajuda a reparar não só os músculos, como os tecidos.

Acontece que também é relevante perceber a quantidade certa para tomar após o treino ou até mesmo durante o dia, dependendo do peso, da idade e da regularidade do exercício físico. Seja como for, qualquer suplemento deve ser tomado consoante a recomendação de um nutricionista.


Tipos de pós proteicos


Existem diferentes tipos de pós proteicos para diferentes necessidades e estilos de vida. Os mais comuns são:
- Whey. É uma das mais conhecidas entre a comunidade desportiva e contém amino ácidos que o organismo tanto necessita. É facilmente solúvel, sendo bastante utilizada em batidos.
- Proteína vegetal. É a mais indicada para quem segue um estilo de vida vegano e não consome qualquer tipo de derivado animal. Existe de soja, ervilha, arroz, chia ou amêndoas, por exemplo. Atenção que estas poderão não ter todos os aminoácidos essenciais – informe-se com o seu nutricionista.
- Caseína. Equiparada à Whey, a caseína é igualmente utilizada pelos desportistas, sendo que a grande diferença entre as duas é que absorção da whey pelo organismo é mais rápida do que caseína. O que acontece é que as moléculas da caseína são de maior dimensão, daí a proteína demorar mais tempo a transformar-se em aminoácidos.

Back